• Novas sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste

Empresas Vinculadas:

  • Embasa
  • Agersa
  • Cerb

Abastecimento de Água

14/02/2017 11:02

Governador se reúne com lideranças para garantir preservação do rio Utinga

O governador Rui Costa se reuniu nesta segunda-feira (13), na Governadoria, com prefeitos e produtores de municípios da Chapada Diamantina para debater medidas para controlar e monitorar a vazão do Rio Utinga, subsistema hidrográfico integrante do Rio Paraguaçu.

“Queremos ouvir todas as sugestões e o depoimento de quem conhece a área e buscar soluções negociadas, porque na escassez nós precisamos ter bom senso e equilíbrio para priorizar o abastecimento humano, mas cuidar também da produção agrícola e criação de animais”, afirmou o governador.

A reunião integra o plano de ações do Governo do Estado para lidar com a diminuição no nível das águas causada pela seca na região nas proximidades do rio, muito importante para a agropecuária desenvolvida nas cidades de Utinga, Wagner, Andaraí e Lajedinho. No início do mês, uma equipe com representações da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e Secretaria de Infraestrutura Hídrica (Sihs) fez uma visita técnica à região no início do mês para apresentar aos prefeitos, estratégias para controlar a situação.

O Governo do Estado já vem realizando ações sistemáticas para recuperação e manutenção da barragem e preservação do Rio Utinga. Ao todo, são R$ 15 milhões em investimentos previstos e realizados nos municípios de Utinga, Wagner, Lajedinho e Lençóis, para perfuração de poços, construção de sistemas simplificados de água, operação e manutenção da Barragem da Cabeceira do Rio (Utinga), assistência técnica, entre outras intervenções. Para os próximos 15 dias, será apresentado aos prefeitos da região um plano de ação emergencial que garanta o abastecimento de água para consumo humano.

Para o secretário do Meio Ambiente, Geraldo Reis, a solução passa por ações de todos, não apenas governo e municípios, mas também da população. “É uma situação delicada, nos reunimos com os prefeitos, produtores e lideranças comunitárias e estamos dando continuidade nas conversas hoje. É um desejo do governador dialogar com essas comunidades buscando essas alternativas para proteger a vida das pessoas que dependem deste rio tão importante”.

Participaram da reunião além dos prefeitos das cidades de Wagner, Lençóis, Andaraí, Lajedinho e Utinga, representantes das secretarias do Meio Ambiente (Sema), de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), de Desenvolvimento Rural (SDR), da Casa Civil e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema).


Fonte: Casa Civil/BA
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.