• Programa Primeiro Emprego
  • RH Bahia

Empresas Vinculadas:

  • Embasa
  • Agersa
  • Cerb

Abastecimento de Água

02/03/2018 15:03

Sihs apresenta ações da Bahia em evento preparatório para o Fórum Mundial da Água

As políticas públicas de segurança hídrica, a revitalização das bacias hidrográficas e os modelos sustentáveis de saneamento básico estiveram em pauta hoje (02) no auditório do Senai/Cimatec, em Salvador. Um encontro reuniu 500 pessoas entre especialistas e autoridades para discutir questões relacionadas à água e suas utilizações na Bahia e no Brasil. O evento integra o 8* Fórum Mundial da Água, que será realizado em Brasília entre os próximos dias 17 a 23 de março de 2018.

Presente no evento ao lado do Vice Governador do Estado, João Leão, o secretário Cássio Peixoto apresentou um painel com as principais ações da Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs) para água e saneamento, entre elas, as barragens do Rio Colônia, Baraúnas , Catolé e Rio da Caixa, além das adutoras do Algodão, Santaluz/Queimadas, Gaviãozinho, Espantagalo, Pedras Altas/Ponto Novo e Zabumbão. Abordou ainda os planos estruturantes como o de Abastecimento de Água da Região Metropolitana de Salvador (PARMS) e Vetor Ipitanga, ambos concluídos, o de Segurança Hídrica, Municipais de Saneamento Básico (PMSB) e Esgotamento Sanitário.

“Antes de mais nada, temos que lembrar de um princípio fundamental: a água é um direito humano. E, junto com o saneamento, é um vetor de redução da pobreza e uma alavanca de desenvolvimento sustentável do planeta”, avaliou Peixoto, informando ainda os números do Programa Água Para Todos (PAT), que completou 10 anos de criação, sob a coordenação executiva da Cerb.

Ao longo desse período foram perfurados 6.274 poços, 4.804 sistemas simplificados de abastecimento de água implantados, mais de 1,2 milhão de novas ligações de água feitas, outras 730 mil ligações de esgoto executadas pela Embasa e mais de 27 mil módulos sanitários domiciliares implantados.

“Mas, ainda precisamos avançar mais, modernizar nossa legislação, implantar indicadores de programas, ampliar o diálogo e a mobilização para uma maior participação social nas ações. Tudo isso com o propósito maior de oferecer água de qualidade e em quantidade adequada para toda sociedade”, finalizou Peixoto.

Ascom Sihs
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.